Páginas

domingo, 2 de setembro de 2012

Estranhisses do meu cotidiano

Eu vivo rodeada das pessoas que não eram para estar ali. Pessoas nas quais eu deveria sentir ódio. Pessoas que deveriam sentir ódio de mim!
É estranho quando você olha pra pessoa que você mais tem cumplicidade e vê nela alguém que você já magoou demais. Como pode desconsiderar as feridas que causei e ainda continuar me tratando como a mais bonita pérola de todo o oceano Pacífico!? Não era pra ser Pacífico.
Você deveria não querer mais me ver na sua frente!

1 - Eu tenho amigos físicos e matemáticos. O que não faz o menor sentido quando sou alguém que odeia os números e não entende patavinas nenhuma do que eles falam.
2 - Estou cercada de pessoas que já magoei, que eu odeio, que me odeiam, mas é estranho como as que eu amo saem da minha vida, enquanto as primeiras citadas estão ao meu redor e eu me dou bem com elas.
3 - Ao mesmo tempo que esses detalhes acontecem, sou uma pessoa que vaga pela faculdade. Lá tenho uma única amiga. Não me adapto a certas coisas que alguns alunos fazem, tipo festas, e puxação de saco.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Diálogo?