Páginas

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Uma pergunta para Freud

Tive uma aula de Psicologia sobre Freud!
O cara é ateu '-'
Que loucura!


E na minha cabeça rolava um debate (consciente): Deus X Inconsciente!


Sabe, como é possível acreditar no Inconsciente, que é algo virtual, não tem espaço físico no cérebro...
E não acreditar em Deus!?


Entende que é estranho alguém botar fé em algo tão sem provas concretas como é com o Inconsciente?!
Eu sei que existe Inconsciente, pelas manifestações. Admito a geniosidade de Freud ao fazer essas teorias, essas descobertas!


Opa, pera aí.. MAS DEUS TAMBÉM DÁ MANIFESTAÇÕES!
Deus é "sentível!" Deus é "palpável", e provas que Ele existe? Nem ouse negar!


Minha professora dizia que em : O futuro de uma Ilusão, do Freud, ele cita invejar quem crê em Deus, pois ele mesmo não crê, e tem certeza absoluta de que quando morrer, acabaria ali. Então convivia com essa angústia!


COMO PODE?! POR QUE?! POR QUE?!



Se eu tivesse oportunidade, teria um diálogo filosófico com ele, de boa!

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

Mundo Precoce


Chegará o momento em que olharei pros meus netos, sentadinhos em meu colo e direi:
"Querida, no meu tempo de escola, ainda existia um professor. E esse professor era respeitado. Eu sou do tempo da lousa e do giz, minha pequena. No meu tempo as meninas namoravam com 15, 16 anos. Engravidavam com uns 30, as que tinham juízo. Faziam faculdade pra ajudar o marido com as despezas da casa futuramente. Os terrenos ainda custavam 25mil."

O que será com a aceleração visível do ritmo de vida humana!?
Será que vou presenciar a Era do beijo aos sete, nove anos!?



Da fornicação acontecendo em praça pública, sem receios!?

Vi um menino chegar no posto, com o olho sangrando.

Uns pontos perto da sombrancelha, e a causa: uma menina.
Ele tinha apenas 10 anos.

Quando eu for conversar com a minha netinha e meu netinho, não queria que brinquedos fossem mitos, e árvores fossem lendas! Que água fosse comprada a preço de ouro. E que já existisse uma droga que em dois ou três consumos ela já mata. Dos celulares-robô, da tecnologia substituindo o ser humano COMPLETAMENTE.
Ahh futuro! Que medo você me causa ás vezes.
Eu, sinceramente, gostaria de acreditar mais em um mundo melhor, que vive as coisas em seu tempo certo, sem pressa.
Que faz algo pra contêr a máquina de destruição em massa.

Será possível falar das flores daqui uns anos!?

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Coração Calejado



Coloquei-me a filosofar: 
Quando não sentimos mais Deus por perto, quando tudo parece deserto... 
Ele ainda está ali!?
ESTÁ. Onipotente, Onipresente.
A certeza de que Ele está a ouvir, está a olhar...
Mas porquê? Porque não O sinto mais?!

Ele continua a me amar, continua a estar bem ao meu lado.
Continua a me carregar, como diz aquela canção...
mas não sinto mais o colo d'Ele.
Não sinto mais as rosas de Minha Mãe.
o céu nunca pareceu tão longe (salvo em minhas épocas pagãs)

Quando temos um calo, não sentimos dor naquele lugar.
Quando temos hanseníase também.
A cura precisa atingir meu coração.
Um coração hanseníaco, um coração calejado.
Que mesmo doente, continua a amar e buscar!

Santa Teresinha do Menino Jesus esteja comigo. Ela sabe bem como é.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Balancete de Fim de Férias :(

Domingão com a Equipe Verde - pós Tamu junto e Separado

Pipocada do Dia do Amigo - Sede Santos

Niver da Ree, lá na Ufscar! (eu rio com essa foto! Tinha mais gente sim, é pelo tamanho dela. pokasopskap)

Cheguei no 3° lote, e aí, comofas?!

Festinha de aniversário da Maytê

Passeio com a turma no Shoppis

Noivado da Tia Kelly

Niver da Paula e da Karine Pepes
A todos que conhecem deve ser comum me ouvir gritar: EU ODEIO FÉRIAAAAS!
Até deve ter um post com esse nome.
Mas não essas férias! Essas férias foram demaaaais, na verdade queria mais algum tempo.
Pude atingir quase todos meus objetivos. Como no post Pipas, terminei de ler o livro: A Cidade do Sol.
Tenho uma gaveta cheinha de bordados à terminar. Nessas férias pude adiantar um caminho de mesa! e bordar toalhinhas pra Vitorinha e pro Filipinho.
Esqueci da facul completamente. Pude me distrair e me desligar do ambiente pesado e cheio de responsabilidade.
Pra me teletransportar pra um ambiente cheio de amizade, união e Deus.
Minhas férias se resumem à leitura de um ótimo livro, término de trabalhos antigamente começados, e diversão. Foram mais que produtivas certo!? psaokaspoksapo
Teve rolês, retiros, pipocada do Dia do amigo, e claro, muito tempo a mais com o Gustavo né.


UNO!


Churras na Sede Santos. Só alegria!
Mas aproveito pra dizer aqui, que voltar pra facul tbm foi mt gostoso. De cara conhecemos uma professora marxista, e a outra nos deu um bolasso. Mas a de quarta feira compensou tudo, e ela merece um post só pra ela. Voltar à ativa é bom, tô tentando aproveitar essa oportunidade de fazer faculdade, cada minuto, cada amigo que tenho lá.


Pizzaria do Rubinho, com a turma do trabalho

O gavião tentando pegar a monhoca! (a melhor parte das minhas férias... e de toda a minha vida *_*)