Páginas

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Antigos sentimentos novos


É assim que eu defino o dia de hoje. 20 de setembro de 2010. O dia do aniversário de 6 meses que você me beijou pela primeira vez.
Quando parei pra refletir sobre quanto tempo fazia que a gente tava junto, eu pensei: "Parece que começou ontem. MAS POXA, PARECE QUE FAZ TANTO TEMPO."
Porque é grande e puro o bastante pra um começo. Mas adulto, real, concreto pra parecer que faz muitos anos.
Pra tomar a decisão tão importante pro nosso futuro juntos. Um pré-noivado.
E todo mundo pensa que é brincadeirinha.
Mas ninguém sabe o quanto meu amor é grande, o quanto ele é incontável na verdade. Pra querer dividir O RESTO DOS MEUS DIAS COM ALGUÉM. Pra demonstrar toda minha dedicação por uma familia. Pra querer trabalhar e ajudar no sustento de uma casa.
As coisas tem que acontecer no seu tempo certo.
Seja cedo, ou taarde demais, o tempo nunca vai conseguir limitar o amor.
Ainda mais se for um amor como oo meu.
Seja cedo, ou seja tarde, será no tempo que Deus preparar.
Seja cedo ou seja tarde, é uma decisão a dois.
Seja cedo ou seja tarde: JÁ EXISTEM PLANOS.
Tudo tem que acontecer no seu tempo certo. E Então será um fato feliz.
Essa é a unica vantagem sentimental do tempo.
Pena que eu nunca me dei muito bem com ele :D sempre quis apressar as coisas.
Pra viver todos os momentos felizes de uma vez só e panz. Mas eu to aprendendo que esperar pra ganhar um presente especial é super gostoso.
To aprendendo a escravizar o tempo.
Isso é muito clichê, mas é uma verdade! Você foi o maior dos presentes que Deus podia me dar. Porque é um pacotão: amor, felicidade, amizade, companhia, companheirismo, lealdade, fidelidade, tudo numa só pessoa.
Eu tenho muito a agradecer. Por isso todos os meses nós estaremos juntos lá. Naquele lugar.

Sei que ainda temos muita coisa pra viver juntos. Sei que os momentos bons só passaram pelos primeiros meio ano de muitos que virão.
Amor, são 0,5 ano. Ou 1/2 ano. Ou dose meses dividido por dois. Enfim. O IMPORTANTE É QUE você me ajudou a construir. Assim como faremos juntos até o fim dos dias.

Um comentário:

  1. Nina!
    Eu sei que demorei pra vir aqui comentar... Já li e reli esse post várias vezes, e ele não deixou de ser especial para mim.

    Seis meses. E eu te amo, como se tivesse sido ontem, e na certeza que amanhã eu ainda vou te amar.

    "Seja cedo, ou taarde demais, o tempo nunca vai conseguir limitar o amor."

    ResponderExcluir

Diálogo?