Páginas

domingo, 16 de maio de 2010

Um motivo pra querer acordar


Tudo aconteceu numa noite estrelada. Uma brisa gelada e suave tocava nossas peles. Uma noticia boa. O toque suave da sua mão na minha. E seus olhos castanhos que me fitavam fundo, eu correspondia esse olhar. "Nina, quer namorar comigo?" Frações de minutos discorreram. Eu olhei pro chão. Em seguida percebi que as estrelinhas agora estavam embaçadas. Uma lágrima escorreu pela minha face. Toda e qualquer palavra se fez desnecessária naquele momento. O nó na minha garganta fazia com que elas passassem trêmulas, sussurando um "SIM". E desde então eu tenho um motivo pra não querer socar o despertador cada vez que eu acordo. Porque eu olho pro criadinho mudo, e lá está um dos meus presentes de aniversário de 1 mês. Um retrato nosso. Cada vez que eu olho e leio o que está escrito naquele retrato, um filme passa no meu "video cassete imaginário". Desde o episódio da jarra, passa pelas aulas de física, que passa pelos brigadeiros e fondues da vida, que passa pelos episódios de choro e lamentação, e a sua consolação. Que passam os seus conselhos sensatos, sinceros. Até chegar no dia do telefonema dizendo que eu te amava de verdade, junto com um porre de emails kilométricos falando tudo que meu coração me gritava. Seguidos de uma esperança, insaciavel, interminavel, abalável, mas que sempre resistia, como um fogo, que queima e deixa as brasas. Até que em 23 de fevereiro você fez da esperança uma realidade, SURREAL. Amor, no dia 6 de abril, firmamos nosso compromisso oficial. Temos um namoro, fiel, cheio de companheirismo, cumplicidade, carinho, RESPEITO. Com tudo na medida certa: conversa, beijo, abraço, silencio. E para mim os dias são mais leves, mais magicos, mais tranquilos, depois que você chegou. Minhas dores passam, minha alegria permanece, e você tem os dons da calmaria, você sempre me tranquiliza. Vira a mesa quando eu acho que as coisas podem dar errado. A gente tem 1 mês completo de namoro oficial juntos. Mas todas as experiencias, as batalhas ganhas, as perdas, as conquistas, me fazem acreditar que nós enfrentaremos qualquer coisa juntos. E que daqui 8 anos, ops 6, tudo ocorrerá como nos meus sonhos :D Amor, eu te amo. Um pleonasmo tão bonito quando me refiro á você. Porque não existem palavras maiores. Elas nunca explicam a ESSÊNCIA. E de tão grande, eu já cheguei a querer muito poder fazer você sentir todo esse amor, com apenas um toque. Existe amor aqui pra uma vida toda. Nem depoimentos, nem posts, nem nada, vão compensar tods os momentos que a gente viveu juntos desde 6 de abril de 2010. Só consigo escutar sua voz ainda me dizendo: "Amor, eu te amo, e é para toda a vida." E consigo responder, que isso é recíproco. Gustavo Figueira

Um comentário:

Diálogo?