Páginas

segunda-feira, 5 de abril de 2010

solidão gradual

Eu já vi vários posts começando com: "isso é mais um desabafo, do que um post."
ok, esse é 99% desabafo, e 1% post :D

Sabe aquelas noites, que você fica esperando sono pesar sua cabeça no travesseiro, mas ele não chega, e então você fita o teto, e relembra seu dia!?
Foi uma tarde de sábado, que parecia um domingo. Eu, meu namorado e minha melhor amiga.
Fazia um tempinho que não a via. Mas com a bells é diferente. Não importa quanto tempo passa ela parece sempre estar perto. Ela fica feliz, com a minha felicidade. Ela é meu docinho. Eu realmente saí naquela tarde, com as 2 pessoas que eu mais amo nesse mundo.

Mas nem só de coisas boas são feitos os dias.
Aquele dia foi feliz. E de repente um medo muito forte bateu em mim.

Nunca fui lá de ter inumeros amigos. Sempre tive poucos, até pelo meu jeito de ser, as vezes insuportavel na opinião de algumas pessoas :D

E os poucos que tenho, não me procuram mais.
E eu estou cansada de procurar por eles.
Ligar, convidar, contar, animar.
E talvez até a com bells fique assim um dia.

Em véspera de uma das decisões mais definitivas na minha vida, eu queria poder ter um ombro pra chorar. Mas sabe como é: alguns passam o namorado na frente, ou a faculdade, ou o ACASO. ou simplesmente nem ligam mesmo.
E eu fiquei perguntando pro teto: e se aqueles amigos também não foram verdadeiros?

Eu não queria que terminasse assim.
Eu não quero ficar lá, sozinha, porque a solidão é a unica coisa que me corrói e me machuca mais que tudo. Me abomina a ideia de não ter com quem conversar, e do teto ser minhacompanhia o dia todo. Eu adoro estar aqui, podendo abraçar, beijar, não estando fragil e vulneravel.
Meus cabelos são feios, mas eu prometo não reclamar mais deles.
E eu posto isso porque 2 ou 3 pessoas irão ler :D

Eu sinto falta daquela minha amiga que me incentivou a fazer o blog, da maneira como ela aaparecia do nada quando eu tava sentindo dor. E até da maneira como ela rejeitou meu abraço uma vez, tentando brigar com o destino.
Eu sinto falta daquela minha amiga inteligente, que me chamava do jeitoque eu gostava, sinto falta de quando ela tava ali prestando atenção na aula, e eu ficava chamando a atenção dela, atrapalhando seu aprendizado.
Sinto falta daquele amigo que ia sempre visitar a biblioteca e que me aguentava, matava uns minutos das ultimas aulas pra saber como eu estava. Que no inicio, bem lá atras, num simples gesto, se tornou inesquecivel, e que me aguentou, ressalto, de uma maneira surreal, foi a pessoa que mais me aguentou nesse mundo. E que hoje deixou nossa amizade no acaso. Por culpa minha, que fique bem claro.
Eu sinto falta de quando aquela menina dançava ballet comigo quando tocava queen ou kamelot.
E sinto falta dos abraços que recebia quando me sentia mal na escola. Sinto falta das dores que me faziam rolar no chão, a doença só é boa nessa parte. Porque com as dores horríveis vinham os abraços. Aquela minha amiga que tinha um instinto maternal foi a que mais desapareceu.
Eu sinto muita falta dos abraços que deixaram ematomas.
Sinto falta de quando a gnt brigava nos trabalhos escolares.
Sinto falta das loucuras que aquela minha amiga desandada me contava e eu ficava de boa aberta
Sinto falta das idiotices e até dos toquinhos de celular ¬¬'
Sinto falta de uma amigo que conheci e que quase foi morto. Que mesmo muito muito longe, me fazia sentir como se estivesse perto. Das musicas que ele fez pra mim.
De quanto eu caía da escada descendo pra cantina, por causa dos meus problemas na perna, e ela ria de mim e me segurava depois.
E daquele amigo que tava no lugar certo e na hora certa. Que ainda não confia em mim. mas que tem minha confiança.
Eu sinto tanta falta de todos os que considerei verdadeiros.

E quando eu estiver lá dentro e não puder sair, será pior. E quando eu sair, se um dia eu sair, vai ser pior que pior.

E Graças a Deus, agora eu tenho minha força do meu lado. E é por ele que to fazendo isso. Como diria a minha banda favorita dos ultimos meses: "only love can change your life! you decide!" eu decidi.

E fazer esse post ouvindo UNCONDITIONAL, foi mto trash.

Um comentário:

  1. então nina... isso é mto ruim...sakas??

    o q tava no lugar certo na hora certa ser eu??... acho q sim.

    ResponderExcluir

Diálogo?