Páginas

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Estou de saída


Ei Merlin, jogue-me este casaco
Estou de saída
Para a noite fria que está lá fora
Oh, mas é tão bom ver meus cabelos brancos pela neve...

Ei Merlin, jogue-me também este guarda-chuva
Estou de saída
O dia está cinza, e o céu me parece furioso...
Oh mas é tão bom sentir a água fria me espancando...

Ei Merlin, jogue-me esta garrafa de vinho tinto
Estou de saída
Quero ver um mundo disforme
Oh mas é tão bom ter motivos para sorrir sóbrio...

Ei Merlin, só nao me jogue suas lições hoje
Estou de saída
Essa noite, sem você, e sem ninguém
Para me manter na linha.

Ei Merlin, jogue-me esta lanterna
Estou de saída
E tenho medo do escuro
Oh, mas é tão bom quando a escuridão me faz enxergar uma luz...

Ei Merlin, hoje me jogue JUÍZO
Estou de saída
A fim de recuperar um pouco de minha sanidade
os mas é tão bom, tão bom ENLOUQUECER.

Ei Merlin, me jogue este violão.
Estou de saída
Para um show fúnebre
Estou de saída
DA VIDA
oh mas é tão bom, tão bom VIVER!

___________________________________________________________________
Enfim mais um poeminha modernista não é pessoal? Há tempos nao me vinha a inspiração para criar versos. Mas neste domingo, a inspiração veio em dobro, melhro, em triplo, e eu criei 3 novos poemas, desses sem rimas, nem métrica, mas com muito, muito sentimento, e crítica a alguma coisa.
Neste, eu tentei expressar o quanto as pessoas se preocupam ás vezes, em não tomar chuva, por exemplo, mas ás vezes, elas não sabem o quanto é bom tomar chuva. O quanto as pessoas se preocupam com as aparencias, e tentam se manter sãs, na linha da normalidade deste mundo, sem saber o quanto é legal rir alto e fazer coisas sem se preocupar com o que os outros vão pensar.
E as vezes elas nem se dão conta de que a vida já passou, e quais as experiencias que ela tem para contar? Que ganhou tantos mil por mês, que comprou um bom carro, ou coisa do tipo? Será que teve tempo de ver o quanto é bom ter Merlin para compartilhar e te puxar a orelha as vezes? Será que teve tempo de apreciar uma boa Coca cola com os amigos, e rir, de coisas idiotas?
Será que deu tempo de perceber que a vida também é feita de momentos bons e não só dos problemas que nos cercam?
Eu quis passar uma mensagem do tipo: conheça algo novo, experimente gargalhar e nao se importar com quem vai te olhar com cara de nojinho depois, saia uma vez na chuva e pegue um bom resfriado aijsioajsoiasas, sinta aquele cheirinho gostoso que ela traz, isso também é viver. e As vezes as pessoas nem se dão conta.

3 comentários:

  1. Viu, quem é esse seu amigo Merlin?
    Ele sabe como levar a vida pelo jeito...
    hehehehehe

    Meo, esse poema tá show!
    Parabéns pelo post... tá mt fodástico!

    ResponderExcluir
  2. Guu, todos tem um Merlin, auhsuihsuia
    no seu caso, deve ser o Jão, e o Mew House, OASKOPASK, ou até eu, pq não?!
    AOPKOSPK
    e tipoo, vc é um Merlin pra mim!
    asokasopaka
    é akela pessoa com quem vc compartilha tudo, momentos legais ou ruins...
    e eu tirei o nome Merlin, de uma musica do Blind Guardian
    BRIGHT EYES

    ResponderExcluir
  3. Ah, eu notei que Merlin é um tanto medieval...

    Na vdd eu lembrei dakele ajudante do Microsoft Office
    x.X

    Bom, se for assim eu tenho muitos Merlins...
    E é óbvio q vc tbm é um deles, deeeeeeeeer!

    ResponderExcluir

Diálogo?